SALVE EUOVO!!!

Sempre houve a intenção de transformar o blogui em site, rádio on-line e tudo mais. Mas para esta tarefa é necessário suporte financeiro.

Para isso o blogui abre esta campanha de financiamento colaborativo que vai garantir a manutenção e quiçá sua transformação em site etc.

Sua contribuição vai ajudar a manter postagens semanais sobre os mais variados artistas com álbuns em download gratuito, dicas sobre discos a baixar, podcasts, novos lançamentos em streaming, retrospectivas e listas de melhores discos de cada ano – incluíndo listas de melhores álbuns dos anos passados como por exemplo 1964, 1999, 1986, 1971 entre outros anos.

Por isso o blogui encerra este período de hiato na esperança de alcançar o aporte financeiro necessário para dar continuação aos trabalhos por mais um ano.

Então para manter o blogui ativo... Siga o site vakinha e contribua neste processo.

Quando atingirmos a meta... Vamos dobrar a meta... E ai quem sabe? Venha um site... Uma radio on-line... Canal no youtube... E tudo mais... Valeu!!!

domingo, 6 de dezembro de 2015

ABEOKUTA MOSTRA QUE O AFROBEAT TAMBÉM VIVE EM PERNAMBUCO

Banda pernambucana adere ao afrobeat e entrega uma homenagem a capital da Nigéria com o nome de 'Abeokuta Afrobeat'.



O afrobeat foi criado na Nigéria por Fela Kuti e Tony Allen, que ainda vive e recentemente fez intercâmbio com alguns artistas brasileiros. Quem também fez incursões em terras tupiniquins foi o guitarrista Oghene Kologbo, que já tocou com Fela Kuti e também com Tony Allen.

Esse ritmo é a mistura das batidas tradicionais da Nigéria com o jazz e o funk – o que criou um ritmo totalmente diferente, o afrobeat. Esses toques tradicionais também vieram nos navios negreiros e é por isso que o afrobeat parece uma evolução natural de outros ritmos brasileiros.

O afrobeat casa perfeitamente em qualquer ritmo brasileiro e é por isso os músicos que fizeram parte desta revolução são aclamados quando visitam nosso país. Tony Allen já gravou com uma galera da pesada e Oghene Kologbo também deixou fortes impressões nos artistas brasileiros.

Foi esse o caso da galera de Pernambuco que forma o 'Abeokuta Afrobeat': Jedson Nobre no baixo, Chico Farias e Pedro Drpe nas guitarras, Hood Rocha nos teclados e voz, Diego Drão no órgão, Miguel Jorge na voz, Beto Bala na bateria, Samuel Negão na percussão, Parrô Mello no sax barítono e Márcio Oliveira no trompete – com participações em disco de Fabiano Lima na percussão, Deco Santos no trombone, Kevin Jack no trompete e Elci Ramos no sax.

Com quatro faixas, o 'Abeokuta' apresenta o afrobeat com influências brasileiras que vão desde o óbvio maracatu ao afoxé. Que oxalá ilumine o caminho destes guerreiros sensacionais! Uma verdadeira viagem aos mantras musicais do afrobeat brasileiro. O afrobeat é nosso!

2015 Agô EP

1. Agô
2. Mr. Job
3. Lessimí
4. Orunmilá

Um comentário:

Nathan Ribeiro disse...

melhor coisa nunca me foi dado este código IMVU créditos e eu não posso acreditar que ele realmente funcionou! Giveaway está acontecendo aqui http://imvucreditsgenerator.com