domingo, 30 de dezembro de 2007

ANO NOVO COM A BANDA DOS CIGANOS

O baú Hendrixiano é tão extenso quanto o do nosso conterrâneo Raulzito. Mas as gravações com o monstro sagrado da guitarra são infinitamente mais saborosas do que qualquer raridade Seixiana.

Aproveitando o período de festas e o título sugestivo deste álbum, segue mais uma publicação preguiçosa – e desta vez com Jimi Hendrix.

Esse disco foi gravado com a banda de ciganos de Hendrix, entre outros Billy Cox no baixo e Buddy Miles na bateria.

Todo mundo já pegou esse disco e se não pegou ainda corra e pegue o seu.

1970 Merry Christmas and Happy New Year

1. Little drummer boy/ Silent night/ Auld lang syne

2. Three little bears

3. Little drummer boy/ Silent night/ Auld lang syne (Extended version)


Baixe aqui pelo Eu Ovo

domingo, 23 de dezembro de 2007

FELIZ NATAL... E QUE A FORÇA ESTEJA COM VOCÊ!

Esse disco de 1980, ‘Christmas in the Stars - Star Wars Christmas Album’, trouxe a primeira aparição em disco de ninguém menos que Jon Bon Jovi, ainda menino cantando junto com outras crianças e o robozinho R2D2, ‘mas mantenha o respeito’.

O disco conta a história de R2D2 e C3PO, que tentam ensinar o espírito de natal para outros andróides, dentro de uma fábrica de robôs. A músicas foram compostas por Maury Yeston, um professor de composição em Yale e produzidas por Meco Monardo, que já havia produzido um disco sobre o universo Star Wars.

Feliz Natal, que a força esteja com você!

1980 Christmas in the Stars - Star Wars Christmas Album

1. Christmas in the stars
2. Bells, bells, bells
3. The odds against christmas
4. What can you get a wookiee for christmas....
5. R2-D2 we wish you a merry christmas
6. Sleigh ride
7. Merry, merry christmas
8. A christmas sighting ('Twas the night before...)
9. The meaning of christmas

Baixe aqui pelo Eu Ovo

domingo, 16 de dezembro de 2007

É REMÉDIO FORTE!!!!!!

Wado já fez parte da banda Santo Samba, mas saiu e gravou o primeiro disco em 2001, ‘Manual da Arte Periférica’, ao lado do colega Alvinho Cabral.

A banda Realismo Fantástico são Wado e Alvinho Cabral nas guitarras e vozes, Thiago Nistal na bateria e Sérgio Soffiatti no baixo. Em 2002 a banda gravou o disco ‘Cinema Auditivo’ e em 2004 foi a vez de ‘A Farsa do Samba Nublado’.

Esses dois discos foram muito bem recebidos pela crítica especializada e as apresentações da banda no 'Tim Festival', 'Goiana Noise Festival' e no 'Projeto Pixinguinha' foram muito elogiadas pelo público.

Em meados de 2005, Alvinho Cabral e Wado, conheceram compositor carioca Marcelo Frota, o MoMo, e depois de muitas jams e troca de experiências entre a dupla de Alagoas e o músico carioca, surgiu então a idéia de juntarem suas turmas.

Adriano Siri, da banda Santo Samba, conheceu o compositor carioca, que de quebra apresentou o também carioca Alvinho Lancellotti, compositor e parceiro de longa data.

Depois de uma temporada bem sucedida de apresentações no eixo Rio-São Paulo, a banda sentiu-se à vontade para a gravação desse disco de estréia, que tem participações do Domenico, do projeto +2, e do Totonho, dos Cabras, nas composições.

O projeto Fino Coletivo, tem Adriano Siri e Alvinho Lancelloti nos vocais, Wado, Alvinho Cabral, que também faz parte do Realismo Fantástico, e Marcelo Frota na guitarra e voz, Daniel Medeiros no baixo e voz e Marcus Coruja na bateria.

2007 Fino Coletivo

1. Boa hora
2. Tarja preta
3. Dragão
4. Na maior alegria
5. Partiu partindo
6. Uirapuru
7. Mão na luva
8. Uma raiz uma flor
9. Poema de Maria Rosa
10. Hortelã
11. Tempestade
12. Medo de briga

Baixe aqui pelo Eu Ovo

2004 A Farsa do Samba Nublado (e Realismo Fantástico)

1. Tormenta
2. Grande poder
3. Vai querer?
4. Alguma coisa mais pra frente
5. Carteiro de favela
6. Gargalhada fatal
7. Fuso
8. Amor e restos humanos
9. Se vacilar o jacaré abraça
10. Ode à maldade
11. Deserto de sal
12. Pé de carambola

Baixe aqui pelo Eu Ovo

2002 Cinema Auditivo

1. A gaiola do som
2. Poema de Maria Rosa
3. Poço sem fundo
4. Cenas de um filme inglês
5. Ossos (Intro)
6. Ossos de borboleta
7. Infância
8. Sotaque
9. Rotinova
10. Rotina
11. Diabos
12. Tarja preta
13. Cinema auditivo termina
14. Fim

Baixe aqui pelo Eu Ovo

2000 Manifesto da Arte Periférica

1. A tragédia da cor
2. Alagou as
3. Uma raiz uma flor
4. Feto
5. Diluidor
6. Beijou você
7. Sopro
8. Ontem eu sambei
9. A linha que cerca o mar
10. Um um
11. A coisa mais linda do mundo

Baixe aqui pelo Eu Ovo

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

OS DOIS FILHOS DE JOSÉ AMÉRICO

Na década de 60, quando foi inaugurada a nova capital, vários músicos vieram para Brasília para tocarem nos conjuntos da Rádio Nacional. Isso contribuiu para a vinda de grandes chorões para Brasília, como Bide da Flauta, Pernanbuco do Pandeiro e até mesmo Waldir Azevedo, que veio para a cidade com a filha, casada com um funcionário público.

Foi através desta relação entre o choro e o poder, que o Clube do Choro de Brasília conseguiu uma sede própria, a partir de um encontro com o governador do Distrito Federal na época.

O Clube do Choro de Brasília cresceu e já se expandiu para a Escola de Choro Rafael Rabelo, a primeira escola de choro do país. Grandes instrumentistas, como Altamiro Carrilho, Armandinho Macedo, Marco Pereira e Hermeto Pascoal têm se emocionado com os chorões da cidade.

É o caso da nova geração de chorões como o Dois de Ouro, formado por Hamilton e Fernando Cezar Holanda, filhos de José Américo, que depois de chegar na capital, continuou a criar seus meninos de ouro em uma atmosfera de muita música.

O Dois de Ouro se firmou como uma das maiores revelações do choro de hoje em dia e já encantou as platéias do país inteiro, bem como de outros países.

Hamilton Holanda é hoje um instrumentista reconhecido mundialmente e continua gravando discos e chorando pelos dedos.

2000 Dois de Ouro (Hamilton Holanda & Fernando Cesar)

1. Baião Brasil
2. Pra sempre
3. Pras crianças
4. O que é o que é
5. Rumo à felicidade
6. Bem maior que o universo
7. Aquarela na Quixaba
8. O Hermeto tá brincando
9. Rosa
10. Rubro negro
11. O vôo da mosca
12. Frevos do Caetano
13. Canta Brasil

Baixe a parte 1 pelo Eu Ovo
Baixe a parte 2 pelo Eu Ovo

1998 A Nova Cara do Velho Choro

1. Fantasia sobre temas de Pixinguinha
2. Delicado
3. Aquarela na Quixaba
4. Sampa
5. Doce de coco
6. Flor de lis
7. Noites cariocas
8. Czardas
9. Pedacinhos do céu
10. Tico-tico no fubá
11. Inesquecível
12. Apanhei-te, cavaquinho
13. Os oito batutas
14. Um a zero/ Brasileirinho


Baixe pelo Eu Ovo

1996 Destroçando a Macaxeira

1. Destroçando a macaxeira
2. Imitação
3. Caminhando
4. Shérida
5. Cavucando o côco
6. Quando me lembro
7. Isto aqui o que é/ Aquarela do Brasil
8. Conversa de bandolim
9. O choro de Juliana
10. Há 1 tom
11. Luperceando
12. Imagem
13. Chorinho pra você
14. Apanhei-te cavaquinho

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

CÊ TÁ PENSANDO QUE SOU LOKI?

Depois de sua temporada com o Patrulha do Espaço, Arnaldo Baptista seguiu se apresentando numa turnê solo. Isto é, só ele o piano e a platéia. A turnê que o próprio intitulou ‘Shinin’ Alone’, de onde surgiram apresentações intimistas do grande ídolo do rock brasileiro.

Quase sem querer coloquei as mãos numa gravação de um daqueles shows. Mas ainda bem que eu fui curioso e pude achar essa pérola. São 16 faixas na íntegra com todo o esplendor da música de Arnaldo Baptista. Sem mais o que falar, nem ter como dizer qualquer coisa, vamos ao disco.

1981 Shinin’ Alone

1. Honky tonk (Patrulha do espaço)
2. Ai garupa
3. Navio cheio de loiras (Tacape)
4. Te amo podes crer
5. Brandemburgo concerto
6. Sentado ao lado da estrada
7. Ovelha negra
8. O A e o Z
9. Piano improviso
10. Don’t think twice it’s alright
11. É fácil
12. Cry me a river
13. Take it to the limit
14. Emergindo da ciência
15. Ciborg
16. Honky tonk woman

Baixe pelo Eu Ovo