SALVE EUOVO!!!

Sempre houve a intenção de transformar o blogui em site, rádio on-line e tudo mais. Mas para esta tarefa é necessário suporte financeiro.

Para isso o blogui abre esta campanha de financiamento colaborativo que vai garantir a manutenção e quiçá sua transformação em site etc.

Sua contribuição vai ajudar a manter postagens semanais sobre os mais variados artistas com álbuns em download gratuito, dicas sobre discos a baixar, podcasts, novos lançamentos em streaming, retrospectivas e listas de melhores discos de cada ano – incluíndo listas de melhores álbuns dos anos passados como por exemplo 1964, 1999, 1986, 1971 entre outros anos.

Por isso o blogui encerra este período de hiato na esperança de alcançar o aporte financeiro necessário para dar continuação aos trabalhos por mais um ano.

Então para manter o blogui ativo... Siga o site vakinha e contribua neste processo.

Quando atingirmos a meta... Vamos dobrar a meta... E ai quem sabe? Venha um site... Uma radio on-line... Canal no youtube... E tudo mais... Valeu!!!

domingo, 28 de setembro de 2014

NÃO HÁ TERRA NESSE VASO E NÃO HÁ VASO NESSA TERRA

No 'Paraíso da Miragem' é título do disco de estréia de Russo Passapusso, e também é o primeiro grito entoado pelo cantor.  


Russo Passapusso é conhecido pela voz única, que ao mesmo tempo remete ao suíngue malandro de Jorge Benjor ao flow intenso dos cantores de rep atuais. Russo é a voz a frente de bandas como 'BaianaSystem' e 'Bemba Trio', assim como em trabalhos de outros artistas, como Curumin, Anelis Assumpção, Maga Bo, entre outros.

A mistura de ritmos e estilo é o ponto de partida deste álbum. Em 'Paraquedas', Russo mistura afrobeat com maracatu como a coisa mais natural do mundo. 'Remédio' entra na sequência como um hino roquenrou estadiofônico com a guitarra de Edgard Scandurra, que no final arrefece o clima lentamente até levá-lo a outros caminhos...

'Flor de plástico' segue como uma ode ao cancioneiro de Benjor, no melhor estilo 'Domingo 23', 'Que nega é essa', 'Mulher brasileira' etc. “Nessa terra-rá-rá-rá, nesse vaso-zum-zum-zum”, suínga Russo. Em 'Anjo', Passapusso apresenta um ser-alado negro e mulato, que desce ao país do samba para curtir um barato na terra-rá-rá-rá.

'Sem sol' apresenta a voz de Anelis Assumpção em dueto com Passapusso, num interlúdio do álbum. Uma serenata da “lua de prata, ingrata, (que) eclipsou”.... 'Areia' é um samba vocal de letra minimalista e arranjo corpulento. 'Sangue do Brasil' vem como um híbrido entre o sambajazz e sambarock, clima que se mantém na canção 'Relógio'.

'Sapato' apresenta a participação de Thalma de Freitas nos vocais com Passapusso. A letra segue a levada de construção impressionante de Russo, com sua peculiar mistura do suíngue com o flow. 'Devagar', com programação e guitarra de Junix, é quase como uma vinheta de introdução para 'Matuto', um sambarep eletrônico, cheio de barulhinhos e programações, que mostra Russo muito a vontade em misturar todos esses elementos.

'Autodidata' encerra o álbum com participação de B. Negão e Fael Primeiro. Com este disco, 'Paraíso da Miragem', Russo Passapusso inscreveu seu nome no panteão dos novos grandes artistas que têm um discurso musical significativo e não têm medo do download gratuito.

2014 Paraíso da Miragem

1. Paraquedas
2. Remédio
3. For de plástico
4. Anjo
5. Sem sol
6. Areia
7. Sangue do Brasil
8. Relógio
9. Sapato
10. Devagar
11. Matuto
12. Autodidata

Um comentário:

E.M. Lima disse...

Bravo! Disco belíssimo desse múltiplo artista baiano!