SALVE EUOVO!!!

Sempre houve a intenção de transformar o blogui em site, rádio on-line e tudo mais. Mas para esta tarefa é necessário suporte financeiro.

Para isso o blogui abre esta campanha de financiamento colaborativo que vai garantir a manutenção e quiçá sua transformação em site etc.

Sua contribuição vai ajudar a manter postagens semanais sobre os mais variados artistas com álbuns em download gratuito, dicas sobre discos a baixar, podcasts, novos lançamentos em streaming, retrospectivas e listas de melhores discos de cada ano – incluíndo listas de melhores álbuns dos anos passados como por exemplo 1964, 1999, 1986, 1971 entre outros anos.

Por isso o blogui encerra este período de hiato na esperança de alcançar o aporte financeiro necessário para dar continuação aos trabalhos por mais um ano.

Então para manter o blogui ativo... Siga o site vakinha e contribua neste processo.

Quando atingirmos a meta... Vamos dobrar a meta... E ai quem sabe? Venha um site... Uma radio on-line... Canal no youtube... E tudo mais... Valeu!!!

domingo, 22 de setembro de 2013

EU TENHO FÉ NAS GAROTAS SUECAS

Depois de uma estréia bem sucedida, a banda 'Garotas Suecas' apresenta outra obra recheada de groove, peso e maturidade.


A banda 'Garotas Suecas' não é formada por meninas do país escandinavo, muito menos somente por pessoas do sexo feminino, aliás só tem uma mulher na formação. Irina Bertolucci nos teclados e vocais, que é acompanhada por Guilherme Sal nos vocais, Fernando Freire no baixo, Nico Paolielo na bateria, e Tomaz Paolielo na guitarra.

Com essa formação, a banda ainda conta com o auxilio luxuoso de Maheus Prado nas percussões, Anderson Quevedo no sax barítono, Daniel Nogueira no sax tenor – ambos também tocam flauta – , Jaziel Gomes no trombone e Paulinho Viveiro no trompete, sem falar no trio de cordas formado por Fabio Tagliaferri na viola, Otávio Teco no violino e Mário Manga no violoncelo.

O disco abre com 'Manchetes da solidão`, uma balada popular com letra sofisticada e final apoteótico. Com letra em inglês, 'New country' apresenta uma crônica de uma realidade utópica, que serve para aplicar o ouvinte no groove que permeia todo o álbum. 'Bucolimo' segue de leve com o balanço soul e levada meio reggae, numa canção pós-rural.

A sequência da narrativa da banda nos leva ao retrato de um momento qualquer em 'Pode acontecer', com participação do próprio produtor do disco, Nick Graham-Smith no teremim. 'L.A. Disco' leva o ouvinte ao cenário “black music” do final dos anos 70, com o moog de Mauricio Orsoloni e participação de Kid Congo Powers. “Mas eu tenho fé” diz a letra pontuada pela guitarra característica do funk norte-americano.

'Eu vou sorrir pra quem é gente boa' rema nas boas energias de todas cabeças abertas e loucas o suficientes para curtirem o jazz de Thelonius Monk. 'A Nuvem' traz a participação de Lurdez da Luz e resume o intuito de todo álbum, com suas 'Feras Míticas' e soberanas – também ganhou clipe psicodélico. Outra letra em inglês, 'St. Mark`s theme' assume a porção rural-psicodélica cheia de boas vibrações da banda.

'Bicho' é mais uma canção pra bailar no salão e suingar deslizando os pés no chão, que remete à alegria pós-tropicalista na música brasileira. Paulo Miklos participa de 'Charles Chacal', canção sobre o terrorista Carlos Chacal do repertório dos Titãs pré-'Cabeça Dinossauro'. 'Roots are for trees' explana sobre o famoso e consagrado botão do “foda-se”.

'O primeiro dia' encerra o álbum com a balada rústica de alto astral, com outra participação de Graham na guitarra slide. 'Garotas Suecas' apresenta um forte petardo musical, com alta possibilidade de figurar entre os melhores do ano.

2013 Feras Míticas

1. Manchetes da solidão
2. New country
3. Bucolismo
4. Pode acontecer
5. L.A. Disco
6. Eu vou sorrir pra quem é gente boa
7. A Nuvem
8. St. Mark`s theme
9. Bicho
10. Charles Chacal
11. Roots are for trees
12. O primeiro dia

Nenhum comentário: