SALVE EUOVO!!!

Sempre houve a intenção de transformar o blogui em site, rádio on-line e tudo mais. Mas para esta tarefa é necessário suporte financeiro.

Para isso o blogui abre esta campanha de financiamento colaborativo que vai garantir a manutenção e quiçá sua transformação em site etc.

Sua contribuição vai ajudar a manter postagens semanais sobre os mais variados artistas com álbuns em download gratuito, dicas sobre discos a baixar, podcasts, novos lançamentos em streaming, retrospectivas e listas de melhores discos de cada ano – incluíndo listas de melhores álbuns dos anos passados como por exemplo 1964, 1999, 1986, 1971 entre outros anos.

Por isso o blogui encerra este período de hiato na esperança de alcançar o aporte financeiro necessário para dar continuação aos trabalhos por mais um ano.

Então para manter o blogui ativo... Siga o site vakinha e contribua neste processo.

Quando atingirmos a meta... Vamos dobrar a meta... E ai quem sabe? Venha um site... Uma radio on-line... Canal no youtube... E tudo mais... Valeu!!!

domingo, 13 de março de 2011

O DIA EM QUE O TIO SAM BOTOU BEBOP COM O SAMBA, pegou no tamborim, no pandeiro e na zabumba e entendeu que o samba não é rumba

Dizzy Gillespie é uma lenda do jazz norte-americano, um dos criadores do bebop e deixou canções momoráveis como ‘Salt peanuts’ e ‘A night in Tunisia’.

Durante uma de suas passagens pelo Brasil, Dizzy tinha a idéia de gravar um disco com uma bateria de Escola de Samba, mas diante dificuldades de colocar essa turma toda num estúdio, optou por uma banda que tocasse o ritmo. A escolha foi acertada, Dizzy gravou o disco com o Trio Mocotó.

Depois de três dias no Estúdio Eldorado, João Parahyba (percussão), Nereu Gargalho (pandeiro) e Fritz Escovão (cuíca) puderam se gabar por ter tocado com o pai do bebop. Mas não por muito tempo, porque as gravações jamais viram a luz do dia. Dizzy voltou para casa com todo material embaixo do braço e perdeu as masters.

Toda essa história já havia virado lenda do mercado brasileiro. Haviam testemunhas oculares, mas prova nenhuma dessas gravações. Até que um velho amigo de Dizzy, o produtor suíço Jacques Muyal, da LaserSwing Productions, encontrou o material e resolveu lançá-lo em disco.

Rezava a lenda que Dizzy fazia sessões intermináveis de meditação no chão do estúdio e que Parahyba havia se re-encontrado com Dizzy num festival de jazz em Estocolmo e o trumpetista não se lembrava das gravações.

Essas gravações, que além do Trio Mocotó, também contaram com a guitarra de Al Gafa, o baixo de Earl May, a bateria de Mickey Roker e os vocais de Mary Stallings em 'Evil gal Blues', dueto com Dizzy.

O disco abre com ‘Samba’ que pode lembrar um pouco o velho clássico samba-rock, ‘Coqueiro verde’, tem uma levada sensacional que seria impossível sem o suingue do Trio Mocotó. Além de seguir uma linha iniciada com ‘Winter samba’ que havia sido gravada em 1966.

A faixa seguinte começa com um inconfundível grito de guerra do Trio Mocotó “vamô s’imbora uau!”, ‘The truth’ (‘a verdade’ em inglês). Pois o álbum perdido de Dizzy Gillespie com o Trio Mocotó é mesmo verdade... ‘Dizzy’s shout (Brazilian improvisation) é bossa nova com Dizzy no trumpete – e o nome já diz tudo.

‘Behind the moonbean’ é composição do guitarrista Al Gafa, mas não passa de uma bela colagem de vários riffs da música brasileira. Será que é o primeiro mash-up de que se tem notícia? Talvez não...

A última faixa é uma pérola que tem toda a malemolência de Parahyba, Gargalo e Escovão, que brilha com seus solos de cuíca endiabrada duelando com o trumpete “Gillerspiano”. Putaqueospariram!!! Anos depois, Dizzy gravaria o disco ‘Dizzy’s Party’, em 1976, com o percussionista brasileiro Paulinho da Costa, que também fez um maravilhoso solo de cuíca. Mas essa faixa ‘Rocking with Trio Mocotó’, é um manifesto da cuíca no jazz norte-americano.

"Só ponho bebop no meu samba quando o Tio Sam pegar no tamborim, quando ele pegar no pandeiro e no zabumba, quando ele entender que o samba não é rumba", Jackson do Pandeiro e Gordurinha.

2009 Dizzy Gillespie no Brasil (& Trio Mocotó)

1. Samba
2. The truth
3. Dizzy’s shout (Brazilian improvisation)
4. Evil gal blues
5. Behind the moonbean
6. Rocking with Mocotó

Abaixar

18 comentários:

Pseudo-romântico disse...

CARAMBA! Tô ouvindo o álbum e devo dizer, é um dos melhores de 2009! Composições lindas, tanto o Trio Mocotó como a banda do Dizzy estão perfeitos! Incrivel a harmonia entre eles. Sabe me informar se todas as composições são originais?

Eu Ovo disse...

tem creditos das faixas no arquivo INFO - que está no arquivo rar do disco - mas sim, são todas composições originais.

iandoig disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
iandoig disse...

Maravilha!!!

Zé Henrique disse...

Comprei esse disco mês passado.
Sim, quando eu acho qu merece ainda compro.
Bom demais!!!

Marcos. disse...

o link quebrou, por favor reposta!

Eu Ovo disse...

quebrou não
mas em todo caso
mais um link ai
http://www.4shared.com/file/OC0zWEBK/UQT2009_DIZZY_GILLESPIE_TRIO_M.htm

marcelantoni disse...

parabéns pelo post,sensacional isso ...

woody disse...

Que belo achado!!
Ainda nem ouvi e já estou gostando.

Abraço,
woody

Camisa dez da Gávea disse...

Sen-sa-ci-o-nal! Que nem diria Jorge. Sr. Eu Ovo, mais uma vez seu blog mereçe meus: agradecimentos e cumprimentos mais sinceros...

Edson d'Aquino disse...

E eu já num comprei, Seu Brunão???? Apareceu um usadinho em excelente estado na lojinha de um cumpadi a 3 merréu e aí foi só mandar pro saco, hehehe. Baita discaço!
[]ões

Daniel disse...

Fiquei curioso para ouvir esse álbum. Grande postagem.

Abraço
Daniel

Tiago Ferreira da Silva disse...

Estava procurando esse disco que nem louco esses dias e não conseguia achar.....
Espero que a qualidade esteja boa, ainda está baixando aqui....Dizzy é Dizzy.....um registro dele no Brasil é histórico, e finalmente lançaram essa pérola!!

Valeu por compartilhar, abraço!!

Andre Insano disse...

Realmente, parabéns pelo achado!
A gravação é muito boa! Harmonias e músicos de primeira linha... sensacional!

Sérgio Augusto Camatta disse...

Que encontro maravilhoso !!!!
Fiquei sabendo deste encontro musical em 2.009, de lá pra cá não ouvi mais nada e agora encontro aqui para ouvir e baixar, que maravilha. Parabéns por compartilhar esta jóia rara.

Izolag disse...

Cara, esse Anos depois, Dizzy gravaria com o PAULINHO DA COSTA ME CONFUNDIO, pensei que ele tinha participado, FICA A DITA PUBLICAR OS DISCOS DO PAULINHO DA COSTA QUE SAO DEMAIS!

Eu Ovo disse...

Valeu todo mundo pelos comentários.

e Izolag,
o paulinho da costa gravou sim com dizzy gilespie.
foi o dizzy's party.
esse disco é demais.

se vc clicar nos marcadores dessa postagem, tem do dizzy lá, é só clicar e rolar a página pra baixo que vc vai baixar o disco com o paulinho da costa.
abraços a todos.

maracana disse...

cd flac no israbox
http://www.israbox.com/1146486753-dizzy-gillespie-no-brasil-com-trio-mocoto-2010-flac.html