SALVE EUOVO!!!

Sempre houve a intenção de transformar o blogui em site, rádio on-line e tudo mais. Mas para esta tarefa é necessário suporte financeiro.

Para isso o blogui abre esta campanha de financiamento colaborativo que vai garantir a manutenção e quiçá sua transformação em site etc.

Sua contribuição vai ajudar a manter postagens semanais sobre os mais variados artistas com álbuns em download gratuito, dicas sobre discos a baixar, podcasts, novos lançamentos em streaming, retrospectivas e listas de melhores discos de cada ano – incluíndo listas de melhores álbuns dos anos passados como por exemplo 1964, 1999, 1986, 1971 entre outros anos.

Por isso o blogui encerra este período de hiato na esperança de alcançar o aporte financeiro necessário para dar continuação aos trabalhos por mais um ano.

Então para manter o blogui ativo... Siga o site vakinha e contribua neste processo.

Quando atingirmos a meta... Vamos dobrar a meta... E ai quem sabe? Venha um site... Uma radio on-line... Canal no youtube... E tudo mais... Valeu!!!

segunda-feira, 10 de setembro de 2007

O ENGENHOSO FILDALGO DOM WAVA EL AFIOUNI

Fui no tororó, beber água e não achei, achei foi o Toró de Palpite quebrado tudo com a ’fofúria das marimbas, dos djambés, dos atabaques, das moringas, dos bongôs da fonte-de-água-molhada.

Quer saber o que é o som do Toró de Palpite? Eu também! Mas só posso dizer que as músicas são chiclete nos ouvidos e também pela ’fofúria dos arranjos, harmonias e das melodias zoonóicas.

Putaqueopariu, Wava! Que puta sonzásso ficou o disco. Você e o Cobrinha piraram na batatinha hein? Na hora da masterização. Eu até quero um pouquinho desse aí, viu?

Aquela velha história de experimentar, gravar um CD, levar no som do carro, ouvir também no som da casa, no DVD do vizinho, e até largar nas pickups do Barata, lá lounge no Calaf. Daqui a pouco vocês vão estar gravando os bumbos da batera, no assoalho do banco traseiro de algum carro.

Ficou sério esse negócio de subir os graves e encorpar o som. E que experimentação doida? Você usaram até mesmo som de construção. Isso quase virou ‘música descontrolada’...

Para quem não sabe, o Toró de Palpite é formado pelo Wava El Afiouni no baixo e voz, Rodrigo Barata na bateria, Claudia Dalbert no vocal e congas, e João Ferreira no violão e guitarra. Mas daí também participaram do disco vários músicos da cidade, como Assis Medeiros (da postagem anterior), Dudu Maia, Wagner Galvão, Cacai Nunes, entre outros, e até o Esdras Nogueira, que toca saxofone nos Móveis Coloniais de Acaju.

O que que é isso? Tem até um samba pro Bin Laden! E que tecladinho mais Pink Floyd esse do Waguinho hein? Pra quem não sabe também... O Wava, o Barata, o Dudu e o Waguinho tocavam juntos no Xalé Verde. Essa banda de Brasília, lançou um único disco em 1999 e acabou acabando devagar, divagando... Mas a banda gerou outras bandas, que também já acabaram, mas que também já geraram outras bandas. Uma delas é o Toró de Palpite.

A capa do disco tem desenhos do Mateus Dutra e arte gráfica do Tiago Pezão. A produção musical e masterização ficou mesmo a cargo do Cobrinha. Putaqueopariu Cobrinha? Ficou bom demais essa masterização! Daqui pra frente é só arrumar o bumbo automobilístico.

E essa história do SuperWava, hein? Que doidêra? Quero um também... Mas eu gostei mesmo da musiquinha do Looney Toones ao fundo. Isso foi no apê do Cobrinha? È porque esse som me remete à infância e as belas manhãs de moleque vendo esses desenhos na TV, e o Cobrinha não combina com o período da manhã.

Mas daí eu me lembrei que hoje em dia existe TV a cabo e que poderia muito bem ser durante a noite, que é o horário natural do Cobrinha. E um tema recorrente do disco é o mar, a água, líquidos etc.

Daí, estavamos todos de frente para a praia, e as ondas lambiam deliciosamente as areias já escaldadas pelo intenso sol. O fim de tarde era reluzente e brilhante, pintando o céu de cores vivas e incandescentes, que fosforeciam com a menor incidência de luz. No fundo da aquarela salgada, jaziam pepitas de marfim revestidas em ornamentos lúdicos, que remetiam aos seres longíguos do fundo do mar.

Entre águas profundas e impenetráveis, nos depararmos com translúcidas e transparentes, e cheias de luz, que chegavam a refletir seu interior. Algumas jaziam imóveis e flutuantes, enquanto outras nadavam livremente num balé néon e lusco-fusco. Faziam círculos entre as outras e giravam por toda parte em busca de melhor iluminação. As que jaziam imóveis, flutuavam piscando, piscando, piscando, e piscando, e naquela imensidão, imersidão, onde nem mesmo os afogados penetravam, refletiam a sinfonia marítima de Poseidon.

Eram seres longíguos do fundo do mar, ou não... Eram o sim, ou o não... Vai ver teríamos onda errada, uma auto-indução-alucinação... Mas eu tomei um pedacinho igual aos seus...

Por isso mesmo é que todo mundo deve baixar esse som! Tem que baixar esse som! Vixê Maria! Se não baixar? Vai perder um sonzão... Vai que é somdubão!

2007 Toró de Palpite

1. Ô social
2. Afofúria
3. Peixe
4. Pangaré
5. Angico vermelho
6. Deveras neios
7. Minina
8. Jaboticabeira radioativa
9. Sambobim
10. Zé
11. Zôonóias
12. Zôonóias II
13. O retorno da nokuda
14. Faixa 14 (Bônus... ou não)

11 comentários:

Anônimo disse...

muito bom esse som

HTRPNTS disse...

toró de palpite = brainstorm.

Anônimo disse...

olá!!
as vezes qdo me permito sair do raio de ação da besta que domina o mundo passeio por essas bandas sabendo que existe sempre alguma velha/nova novidade que irá me confortar os ouvidos e a alma!
depois de já a algum tempo visitando anonimamente seu blog
deixo hoje meu parabéns a ti.

um abraço...casé!

p.s: não acredito em vírgulas!!

Anarquia Digital disse...

Tente este link:

http://rs163.rapidshare.com/files/55457405/www.pvdownloads.blogspot.com_Foo_Fighters_2007_By_Fuinha.rar

[]'s!

cobra disse...

carai !!!!!

Luciano disse...

NUM É QUE É BOM!!!!!!
VALORIZO

Insurgo disse...

Puta que pariu!!!!!!
Você me amaldiçoou!
Eu num consigo mais parar de ouvir esse disco. Bom dimais da conta! Valeu muitão!

Eu Ovo disse...

Valeu Insurgo,
conseguiu me fazer dar boas risadas bem no meio de um dia de cão.
Pelo menos é uma boa maldição - ficar escutando Toró de Palpite. Muito melhor que alguma maldição onde você poderia ficar sujeito a uma sessão de funk batidão só as cachorras.
Eu também fiquei amaldiçoado com o som - e até hoje eu ainda to com o disco no mp3-player.
É uma pena que é um disco totalmente independente e dificilmente vai chegar ao mainstream.
Tomara que alguma gravadora descubra a banda e dê uma grana para essa galera - pq o som é da melhor.
E aí grandes intérpretes, que estão com as gravações garantidas, gravem o Toró de Palpite e façam com que mais pessoas conheçam o som.

Calango disse...

Sensacional. Obrigado por compartilhar.

Sr do Vale disse...

Ovo, estou enviando um convite para voce ser um dos colaboradores do Partículas do Pessoal, um novo blog, que ainda não tem um propósito explícito.
Um grande abraço.

Nande disse...

Minha prima me emprestou esse CD pra eu ver o que achava. O que achei? Muito bom, bom mesmo...Que país é esse onde um trabalho desse nível lírico, artístico, musical, permanece restrito à obscuridade, à mercê de um boca-a-boca que o vai divulgando, sem nunca alcançar a notoriedade que merece? Espero que esteja sendo pessimista, e que este país acorde pros bons músicos e compositores e artistas que tem.