SALVE EUOVO!!!

Sempre houve a intenção de transformar o blogui em site, rádio on-line e tudo mais. Mas para esta tarefa é necessário suporte financeiro.

Para isso o blogui abre esta campanha de financiamento colaborativo que vai garantir a manutenção e quiçá sua transformação em site etc.

Sua contribuição vai ajudar a manter postagens semanais sobre os mais variados artistas com álbuns em download gratuito, dicas sobre discos a baixar, podcasts, novos lançamentos em streaming, retrospectivas e listas de melhores discos de cada ano – incluíndo listas de melhores álbuns dos anos passados como por exemplo 1964, 1999, 1986, 1971 entre outros anos.

Por isso o blogui encerra este período de hiato na esperança de alcançar o aporte financeiro necessário para dar continuação aos trabalhos por mais um ano.

Então para manter o blogui ativo... Siga o site vakinha e contribua neste processo.

Quando atingirmos a meta... Vamos dobrar a meta... E ai quem sabe? Venha um site... Uma radio on-line... Canal no youtube... E tudo mais... Valeu!!!

domingo, 30 de julho de 2006

ELOMAR DO SERTÃO

O Auto da Catingueira de Elomar é uma obra-prima. O disco em si é uma raridade, muito difícil de encontrar em lojas, mesmo sebos especializados. Pode-se encomendar o vinil junto com o cd, bem como uma embalagem especial com encarte recheado de letras e explicações sobre a obra, diretamente com o autor.

Elomar Figueira Mello é baiano de Vitória da Conquista, estudou arquitetura na cidade grande, mas voltou-se à cultura de seu povo e tornou-se cantador, tocador de viola e trovador. Hoje em dia vive ainda na roça criando bode e fazendo cercas.

Elomar tornou-se historiador de seu povo e sua crença. Passou a cantar a caatinga e o sertanejo. Compôs 11 óperas, 11 antífonas, quatro galopes estradeiros, um concerto de violão e orquestra, um concerto para piano e orquestra, um pequeno concerto para sax alto e piano, uma sinfonia, 12 peças para violão-solo e um cancioneiro de oitenta canções, a maioria já gravada. Dentre suas óperas esta o Auto da Catingueira.

O Auto da Catingueira é desenvolvida através de cinco cantos e uma abertura, onde se desenlaça um ‘resumo biográfico’ da personagem ‘Dassanta’, na ‘Bespa’. Daí Elomar explora um ‘resumo geográfico’ do ambiente no ‘1º Canto (Da Catingueira)’. No ‘2º Canto (Dos Labutos)’, Elomar explora o sertanejo que vive na caatinga. O 3º Canto (Das Visage e Das Latumia) foi dividido em duas partes, ‘Tirana da Pastora’ e ‘Recitativo’ de Dassanta. Com o ‘4º Canto (Dos Pedido)’, Elomar nos presenteia com o mais belo e lírico canto de todo auto. Para encerrar, Elomar apresenta o ‘5º Canto (Das Violas Da Morte)’.

O disco Auto da Catingueira foi gravado na sala da casa de Elomar, ‘Casa dos Carneiros da Fazenda Gameleira’, e contou com a participação de músicos como Jacques Morelembaum no violoncelo, Décio marques e Xangai no coral e o próprio Elomar na viola.

Sua discografia inclui os discos ‘Das Barrancas do Rio Gavião’ de 1973, ‘Na Quadrada das Águas Perdidas’ de 1979, ‘Parcelada Malunga’ em parceria com Arthur Moreira Lima de 1980, ‘Fantasia Leiga para um Rio Seco’ de 1981, ‘Cartas Catingueiras’, ‘Consertão’; com Heraldo do Monte, Arthur Moreira Lima e Paulo Moura; ambos de 1982, ‘Auto da Catingueira’ de 1984, ‘ Concerto Sertanez’ e ‘Sertania’ de 1985, ‘Dos Confins do Sertão’ de 1986, ‘Elomar em Concerto’ de 1990, ‘Árias Sertânicas’ de 1992 e os álbuns gravados em parceria com Xangai, Vital Farias e Geraldo Azevedo, da série ‘Cantoria’, o terceiro exemplar da mesma série foi lançado apenas com Elomar.

1984 Auto da Catingueira

1. Bespa (Abertura)
2. 1º Canto (Da Catingueira)
3. 2º Canto (Dos Labutos)
4. 3º Canto (Das Visage e Das Latumia) Tirana da Pastora
5. 3º Canto (Das Visage e Das Latumia) Recitativo
6. 4º Canto (Dos Pedido)
7. 5º Canto (Das Violas Da Morte)



A partir dos dezessete, já enveredava-se pelas novelas de cavalaria em leituras longas e sonhadoras. Bate-se frontalmente com a chamada arte contemporânea. Horror à dita cultura estatudinese da América do Norte, o que lhe traz à lembrança palavras de antigas profecias ‘sertanezas’, que sentenciaram: ‘que haverá de chegar um tempo de baixar os muros e levantar os munturos - vivemos o tempo do culto às nulidades. São os minimalismos que estão chegando....’, clama o compositor”.*

* Texto extraído do site do próprio Elomar

13 comentários:

ni?! disse...

muito muito muito grat@!

bostafritas disse...

LINK ATUALIZADO

leo disse...

cara, eu sou muito fã do elomar, tenho quase todos os vinis dele aqui. que bom achá-lo em mp3. valeu rapaz, parabéns pelo trabalho. só coisa fina no blog. depois posta seu link nesse site, www.lamaior.com.br , dá ainda pra fazer uma resenha sobre ele e tals. postar sobre qualquer coisa de música. salve brother. grande abraço.

euovoblog@gmail.com disse...

Valeu,
ja postei no lamaior - sobre o james brown.
abs

Anônimo disse...

Elomar é um genio... sou grande fa... descobri esse excelente blog, mas nao deu pra baixar o disco... o link ta com defeito...
abraços e vida longa!

Maluquete disse...

Como eu consigo os textos do Auto da Catingueira? precisava muito... se puder me ajudar, ficarei eternamente grata!

Anônimo disse...

valeu,muito bom,sou fâ do elomar descobrir o blog e agora já posso curtir,valeuuuuuuuuuuuuuuu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Sheratan disse...

Muito obrigado, gosto muito de Elomar mas é muito difícil achar material dele para comprar, há muito queria ouvir essa obra.. Ele faz me sempre lembrar de minha cidade natal, da caatinga na roça dos meus avós... e de uma infância povoada por esse universo que ele aborda

Phil disse...

Gosto muito da temática cantada pelo malungo Elomar. Lindos arranjos musicais fazem sua música acariciar os ouvidos.
Interessante comentar a faceta de literato romancista; "Sertanílias" ótimo livro

sonzcor disse...

Sem palavras..Elomar é o musico mas complexo e poderoso que ja conheci.Sua obra é unica.
Obg por postar esse cd...

marcelo disse...

MALUQUETE, se ainda tiver interesse nos textos do Auto da Catingueira, de ELOMAR, segue o link que eu descobri:

http://rapidshare.com/files/19295287/Elomar_-1983-_Auto_da_Catingueira__D2__320_.zip

Douglas disse...

Muito bom. Sem frescura de "Cadastre seu Celular"

Karen disse...

Parabéns pela publicação. É uma obra belíssima, mto mto rica! Obrigada!