SALVE EUOVO!!!

Sempre houve a intenção de transformar o blogui em site, rádio on-line e tudo mais. Mas para esta tarefa é necessário suporte financeiro.

Para isso o blogui abre esta campanha de financiamento colaborativo que vai garantir a manutenção e quiçá sua transformação em site etc.

Sua contribuição vai ajudar a manter postagens semanais sobre os mais variados artistas com álbuns em download gratuito, dicas sobre discos a baixar, podcasts, novos lançamentos em streaming, retrospectivas e listas de melhores discos de cada ano – incluíndo listas de melhores álbuns dos anos passados como por exemplo 1964, 1999, 1986, 1971 entre outros anos.

Por isso o blogui encerra este período de hiato na esperança de alcançar o aporte financeiro necessário para dar continuação aos trabalhos por mais um ano.

Então para manter o blogui ativo... Siga o site vakinha e contribua neste processo.

Quando atingirmos a meta... Vamos dobrar a meta... E ai quem sabe? Venha um site... Uma radio on-line... Canal no youtube... E tudo mais... Valeu!!!

segunda-feira, 14 de março de 2016

LUCAS VASCONCELLOS CANTA SILENCIOSAMENTE ou O AMOR É SÓ MAIS UMA DAS 1.000 COISAS QUE EU PROVEI E QUE DEU ONDA.... ou mais ainda PODE DEIXAR DE LADO A FACA-DA-MATEIGA E SUSPENDER O SUICÍDIO

Lucas Vasconcelos revisita a própria carreira e relembra canções que marcaram sua vida em distintos momentos da vida.  


O novo álbum de Lucas Vasconcellos mostra um artista preocupado com a forma de cada canção e que se mostra diferente do projeto que mantém com a ex-mulher ou da própria carreira solo. 'Silenciosamente' se desvela como uma obra singela e intimista.

Um disco terapêutico, como define o próprio cantor. Que para alguns pode até parecer por demais depressivo, com todos arranjos ralentando o tempo original das canções. Quase como uma trilha sonora de noites de sofrimento. Mas esta forma única de reapresentar as melodias valoriza as letras e poesias, dando mais ênfase na palavra.

Quando Lucas lançou o primeiro disco solo 'Falo do Coração' , de 2013, nem imaginava que ali estariam três canções que serviriam para determinar a urgência definitiva deste álbum nas faixas 'Meu seu', 'Flor de tudo' e 'Eu não vou chorar por fora'.

O segundo álbum veio em 2015 com o belo 'Adotar Cachorros' – que precedeu o registro 'Ao Vivo na Comuna' do ano anterior – de onde vieram as canções 'O amor tem que ser mais do que saber escrever uma carta', 'Adotar cachorros' e 'Silenciosamente'.

Quanto às releituras, Lucas revisita um sucesso de sua própria banda – o 'Letuce', em que divide o palco com a cantora Letícia Novaes – a canção 'Areia fina', que ganhou um versão suave e delicada – bem diferente da versão original que saiu no álbum 'Manja Perene', de 2012.

Interessante ouvir 'Lady grinning soul', original de David Bowie, delicadamente desconstruída por um Lucas ao piano. Para em seguida apresentar os clássicos da bossa-nova 'Você e eu' com a introdução de 'O amor em paz' , numa versão que transmite uma urgência sem precedentes demonstrada na repetição de parte da letra, bem como nas retomadas de fôlego e tensas respirações.

O eco nas canções surge logo no início, na faixa de abertura, com a versão para o clássico de Hyldon, 'Na rua, na chuva, na fazenda' – onde Lucas vai mais além ao acrescentar parte da letra de 'Balada do louco', de Arnaldo Baptista e Rita Lee, e também ao dialogar diretamente com o ouvinte.

Porém é na versão desconcertante de 'Teatro dos vampiros' – de Renato Russo e gravada originalmente pela 'Legião Urbana em 1985, no álbum 'V' – que Lucas se apodera da canção ao reapresentá-la de forma extremamente pessoal e com uma interpretação sublime.

Então... Depois que você ouve e entra em sintonia com a mensagem que o Lucas quer passar, você deixa de lado a impressão de um disco depressivo e percebe que você não é mais uma personagem de alguma ópera-rock-tragicômica... Este disco não é mais essa trilha sonora...

Você vê o poder curativo da interpretação pessoal com que Lucas impregnou cada canção. Quase que dá pra sentir a angústia permeando algumas canções, enquanto alívio em outras, a calma em mais umas... Uma bela obra singular.

2016 Silenciosamente

1. Na rua na chuva na fazenda
2. O amor tem que ser mais do que saber escrever uma carta
3. Silenciosamente
4. Meu seu
5. Flor de tudo
6. Eu não vou chorar por fora
7. Lady grinning soul
8. Amor em paz – Você e eu
9. Adotar cachorros
10. Teatro dos vampiros
11. Areia fina

4 comentários:

corelio disse...

Somente no soundcloud??????????

Eu Ovo disse...

pois é.... baixar uma por uma é osso.... mas é a unica forma..... clica na setinha de cabeça pra baixo.... pra baixar....

Helder Dutra Porto disse...

eita que tranqueira pra baixar...

corelio disse...

Pode baixar por aqui.


https://vk.com/topic-73730522_33420202?offset=80