SALVE EUOVO!!!

Sempre houve a intenção de transformar o blogui em site, rádio on-line e tudo mais. Mas para esta tarefa é necessário suporte financeiro.

Para isso o blogui abre esta campanha de financiamento colaborativo que vai garantir a manutenção e quiçá sua transformação em site etc.

Sua contribuição vai ajudar a manter postagens semanais sobre os mais variados artistas com álbuns em download gratuito, dicas sobre discos a baixar, podcasts, novos lançamentos em streaming, retrospectivas e listas de melhores discos de cada ano – incluíndo listas de melhores álbuns dos anos passados como por exemplo 1964, 1999, 1986, 1971 entre outros anos.

Por isso o blogui encerra este período de hiato na esperança de alcançar o aporte financeiro necessário para dar continuação aos trabalhos por mais um ano.

Então para manter o blogui ativo... Siga o site vakinha e contribua neste processo.

Quando atingirmos a meta... Vamos dobrar a meta... E ai quem sabe? Venha um site... Uma radio on-line... Canal no youtube... E tudo mais... Valeu!!!

domingo, 6 de março de 2016

LÂMINA ÁVIDA DAMA DÁDIVA ANIMAL

Cantor, compositor e multi-instrumentista Assis Medeiros volta a seara popular com novo álbum de pérolas pop.

Assis Medeiros é daqueles artistas especiais, que fazem grandes canções populares que quase ninguém conhece. Ele é daquela estirpe desconhecida de grandes compositores, que ainda precisam ser descobertos por um grande cantor que os interprete. Tarefa difícil essa de interpretar as canções deste cantor ímpar, que parece compor para si mesmo de tão pessoais que são.

Depois de criar dois álbuns de grandes canções populares – 'Pirata' e 'Burrodecarga' – Assis voltou as origens com o álbum 'Baiãozinho Nuar', onde focava no ritmo baião ao mesmo que apresentava canções populares com esse ritmo. Ele ainda flertou com trilha de cinema em 'Um Pouco de Dois' e agora voltou a empunhar guitarras com maestria em novas canções pops neste álbum – 'Lâmina'.

'Sempre será' abre o álbum com um solo gutural e urgente, com tom profético onde Assis previu que “esteve tudo como sempre será”. 'Fogo' trás de volta o ponto forte das composições de Assis, que são as rimas fortes e arranjos primorosos, neste bolero roqueiro com tempero “caliente”.

Com destreza, Assis domina as linguagens das guitarras, violões, teclados e ukeleles, mas também se cerca de competentes atuações musicais como Fernando Rodrigues no baixo e Marco Guedes na bateria – sem falar nas diversas participações especiais.

A cantora Flora Lago, dá voz a canções de climas sensoriais e extraordinários como em 'Agora' e 'Sombra seca', mas brilha mesmo na balada romântica 'Um pouco de sol'. 'Se você' é intensa e se completa com 'Animal', com metais frenéticos e frequentes com os majestosos Westonny Rodrigues (trompete e flughel) e Mesaque Balbino (saxes alto, baritono e tenor) e Marcos Wander (trombone).

'Eu vou dizer' faz uma crítica contundente à política do país e soma-se a 'A pluma e você', que transforma o cenário de São Paulo em crônica urbana. 'Largo' é dedicada à fase psicodélica de Alceu Valença e tem participação de Leonardo Batista no baixo, enquanto 'Fugir por aí' evoca a fase áurea dos 'Titãs'. Esse disco é um festival de guitarras.

'Tudo é pop' é um reggae popular que trás belos sons de metais e 'Aviso' é um longo blues de execução singela e sutil. Assis é mestre em criar climas que surgem através de palhetadas certeiras de solos simples e precisos, mas ele permite que outros guitarristas também brilhem no álbum, como Zé Flores e Marcelo Macedo.

Este com certeza é um álbum de guitarrista e pode-se notar diversas influências que permearam o universo musical de Assis Medeiros

2016 Lâmina

1. Sempre será
2. Fogo
3. Agora
4. Se você
5. Eu vou dizer
6. Sombra seca
7. A pluma e você
8. Um pouco de sol
9. Animal
10. Largo
11. Tudo é pop
12. Fugir por aí
13. Aviso
14. Lâmina

Nenhum comentário: