segunda-feira, 30 de junho de 2014

AMOR QUE FOI DE PLÁSTICO FICOU TODO EM PEDAÇOS

Deboche, ironia e sagacidade são apenas alguns detalhes que sobressaem na performance da 'Madame Rrose Sélavy'.



A banda belohorizontina, 'Madame Rrose Sélavy', apresenta o que é um dos mais fieis registros de uma de suas apresentações – no Teatro Klauss Viana na capital de Minas Geraes.

Este álbum, 'Bootleg ArteSônica', é o segundo ao vivo da banda e também o que mostra o melhor recorte auditivo do “happening” que é o espetáculo desta banda punk moderna. Com uma performance inspirada eles desfilam clássicos autorais e demonstram presença de palco e completa abdução do público.

Neste show, durante a Mostra Arte Sônica de BH, a banda apresentou um show com uma formação inusitada. Com Miguel Javaral no baixo, Rodoxter Woorooboo na bateria, Lacerda JR e Alex Pix nas gitarras e Ana Mo e Tuca nos vocais – mostrando um “delícioso punk flow”.

Destaque para as inéditas 'Pano & osso' e 'Amor de plástico', prometidas para o próximo álbum, 'Eletrofrevo' – sem previsão de lançamento.

Enquanto o novo disco não vem – fique com este registro ao vivo de um espetáculo sem igual.

2014 Bootleg ArteSônica

1. Atriz na high society
2. Ônibus lotado
3. Canção que ninguém canta
4. Merda pela grama
5. Moça da novela
6. Só você que não vê
7. Ninguém
8. Pano & osso
9. Inteligência artificial
10. Deixe os remédios
11. Amor de plástico
12. Bomba
13. Bulimia
14. Monalisa de bigode

Nenhum comentário: