domingo, 9 de setembro de 2012

LE PETHIT CAMALEÃO TUPINIQUIM



‘Estrela Decadente’ é o segundo álbum da carreira de Thiago Pethit, após a estréia em ‘Berlim Texas’ – antes ele havia lançado o EP ‘Em Outro Lugar’, no qual utilizava arranjos influenciados pelo sucesso da banda Beirut.

O disco começa com a faixa de trabalho, ‘Pas de deux’, na qual ele evoca o vaudeville e a moda dos anos 30. Todo o álbum de Pethit transpira moda e elegância, com arranjos simples e eficientes e uma produção classuda de Kassin.

Em ‘Dandy darling’, Pethit assume uma persona camaleônica, como um Ziggy Stardust tupiniquim evocando os Mutantes. ‘Perto do fim’ demonstra uma delicada parceria com Mallu Magalhães. A faixa título, ‘Estrela decadente’, propõe uma versão underground paulistana, que pode soar como Iggy Pop ou um Tom Waits mais rockenrou.

E por falar em underground.... ‘Surabaya Johnny’ tem participação de Cida Moreira e evoca tanto Tom Waits, quanto vaudeville, circo e animes japoneses. ‘Estrela Decadente’ é um disco climático, cheio de referências aos anos 30, ao underground e tudo o que já foi citado....

2012 Estrela Decadente

1. Pas de deux
2. Moon
3. Dandy Darling
4. Perto do fim
5. So long new Love
6. Estrela decadente
7. Haunted Love
8. Devil in me
9. Surabaya Johnny

ABAIXAR

Um comentário:

Camisa dez da Gávea disse...

Gostei, delicado e algo sensual. Sei lá porquê, mas me remete ao Lou Reed. Talvez seja a capa, ou a faixa: "Devil in Me", ou a referência ao underground.