domingo, 8 de julho de 2012

PINTA PELE PRETO JENIPAPO


O som da bandaJenipapoé uma mistura de influências e ritmos. Formada por Atan Pinho nos vocais, Rafael Miranda no violão e vocais, Adriano Sargaço na guitarra, Hudson Bomfim no baixo, Hermano Silva e Lieber Rodrigues nas percussões e Ytto Morais na bateria. O disco de estreia foi finalmente lançado, com produção de Alfredo Bello, o DJ Tudo.

A verdadeira ‘Mistura’ abre o álbum, com uma cuíca sem frescura de Oswaldinho da Cuíca. Uma faixa que resume o estilo da banda em poucos acordes, um verdadeiro hit de abertura de disco. ‘Na avenida’ segue a mesma pegada, com uma guitarra contrapondo a percussão, entre batuques e distorções.

O sambinha ‘Beira da praia’ segue com a voz de Ana Reis e um belo solo de tombone por Adil Silva, auxiliado com a guitarra de Sargaço. ‘Barraco de fundo’ é um samba maloqueiro com a metaleira do saxofone de Marcelo Monteiro, o trombone de Duarsen Campos e o trompete de Amilcar Rodrigues.

Em ‘Tem uma pedra’, o sintetizador de Alfredo Bello impõe um estilo próprio à essa canção singular, que ainda tem o vocal de Ellen Oléria. ‘Meu Sertão’ segue a mesma linha imposta pelo produtor e suas camadas de climas e sons. Entre tantos ritmos mostrados nas canções anteriores, faltava o forró, que veio em ‘Morena’, numa versão apressada e suingada. ‘Vive de bandeira’ traz o frevo a essa mistura.

‘Santuário’ representa a banda como ela é ao vivo. Uma canção política, que coloca em discussão a corrida imobiliária em Brasília contra a preservação do cerrado, com a construção de um bairro “ecológico”, que ironicamente fará divisa com uma terra indígena – o ‘Santuário dos Pajés’. ‘Plante uma planta’ também levanta uma questão primordial, mas de menor importância, em relação ao tema anterior. (Teoricamente, a última faixa do disco (11), mas no final tem aquele “bom e velho” silêncio de um minuto, até chegar à reprise de ‘Santuário’ – que nesse arquivo de download já está separada como faixa 12)

Interessante é a conversa que a guitarra rockeira mantém com os outros instrumentos. O que mostra que o verdadeiro mote dessa galera é o bom e velho rockenrou. ‘Jenipapo’ é uma banda que se aventurou em misturar todas as influências regionais de seus integrantes num só caldeirão de boas referências.

2012 Jenipapo

1. Mistura
2. Na avenida
3. Beira da praia
4. Barraco de fundo
5. Tem uma pedra
6. Todos os santos
7. Meu Sertão
8. Morena
9. Vive de bandeira
10. Santuário
11. Plante uma planta
12. Santuário (reprise)

ABAIXAR

2 comentários:

Adriano Sargaço disse...

link quebrado mano veio

Adriano Sargaço disse...

LINK NOVINHO!!!
http://www.4shared.com/folder/eyjQ_rSB/_online.html