SALVE EUOVO!!!

Sempre houve a intenção de transformar o blogui em site, rádio on-line e tudo mais. Mas para esta tarefa é necessário suporte financeiro.

Para isso o blogui abre esta campanha de financiamento colaborativo que vai garantir a manutenção e quiçá sua transformação em site etc.

Sua contribuição vai ajudar a manter postagens semanais sobre os mais variados artistas com álbuns em download gratuito, dicas sobre discos a baixar, podcasts, novos lançamentos em streaming, retrospectivas e listas de melhores discos de cada ano – incluíndo listas de melhores álbuns dos anos passados como por exemplo 1964, 1999, 1986, 1971 entre outros anos.

Por isso o blogui encerra este período de hiato na esperança de alcançar o aporte financeiro necessário para dar continuação aos trabalhos por mais um ano.

Então para manter o blogui ativo... Siga o site vakinha e contribua neste processo.

Quando atingirmos a meta... Vamos dobrar a meta... E ai quem sabe? Venha um site... Uma radio on-line... Canal no youtube... E tudo mais... Valeu!!!

domingo, 5 de abril de 2009

O SAMBA MANCO DE KIKO DINUCCI E OS AFROMACARRÔNICOS

Essa história já aconteceu com quase todo mundo. É aquela do sapato lustrado que pensa que é um exímio dançarino. Esse cara entra na pista de dança, de bumbum empinado e já sai fazendo os passinhos de ‘coisinha de Jesus’.

Esses tipos existem em todos bailinhos, nos forrós ele parecem miquinhos saltitantes e malabaristas, já num samba, eles seriam algum estandarte com dislexia. Quem nunca pensou em jogar tachinhas na pista, casca de banana, ou passar logo uma banda nesse maldito infeliz.

Foi com essa premissa que Kiko Dinucci, cantor e compositor paulistano, construiu um sambinha de humor negro que remete aos velhos tempos do ‘Batuque na cozinha, sinhá não quer. Por causa do batuque eu queimei meu pé’.

Com o Bando AfroMacarrônico, Kiko Dinucci lançou em 2008 o disco ‘Pastiche Nagô’, com as faixas do EP de 2007. Nesse ano de 2009 Kiko Dinucci e Douglas Germano, companheiro de AfroMacarronadas, lançaram o Duo Moviola, ‘O Retrato do Artista Quando Pede’.

Eu fui cair no samba e queimei o pé.
Sapateando na cozinha, cambaio de fé.
Nas cadeiras da mulata, quase que a ginga me mata.
Quase arrebentei as patas, sambei, sambei, machuquei o pé.
Agora que eu estou manco, como eu vou fazer?
Disfarçando eu sorri para ninguém perceber
Na medida em que eu sambava, o compasso descompassava.
E a minha dor aumentava, gritei, gritei, mas não melhorei.
Eu quis fazer um samba pra manco sambar.
Cambaleando de um jeito que eu nunca vi.
Pra se mancar até o dia clarear.
Só com uma perna pulando que nem Saci.
Subi na mesa, bati palma, relutei.
Baliza louco, passista, rodopiei.
Na minha febre eu já me sentia o tal.
Mas fui parar, mas fui parar no hospital.
Amputa, amputa.
Que é pra esse pé-de-valsa aprender.
Amputa, filho, amputa.
Porque com samba ele não vai mais se meter.


EuOvo: Quem são o Bando AfroMacarrônico? Como surgiu a banda?

Kiko Dinucci: O Bando AfroMacarrônico é formado por Raídia e Dulce nas vozes, Julio Cesar e Rafael y Castro na percussão, Douglas Germano no cavaco, voz e composiçõess e eu no violão, voz e composições. O grupo começou por volta de 2004, já teve várias formações, no começo a proposta era fazer o genuíno samba paulista, mas com a entrada de novas pessoas no grupo começamos a trabalhar com influências diversas, música latina, africana, norte-americana e os cambaus.

EO: De onde surgiu a idéia para 'Samba manco'?

KD: O 'Samba manco' foi feito pra democratizar os passos dos que dançam mal, quem dança feio ou errado se dá bem nesse samba em três por quatro, é quase um samba-choro, é ternario mas tem swing.

EO: Compartilhamento X pirataria? Você vê um caminho para o futuro do mercado musical?

KD: Eu pessoalmente sou totalmente a favor do compartilhamento de arquivos na rede, isso não é crime, é educação, talvez o caminho pra verdadeira democracia digital. Baixo discos no 'Loronix', 'Um Que Tenha', 'Som Barato', e claro, aqui no 'Eu Ovo'. Acho uma babaquice das piores o que a gravadora 'Biscoito Fino' fez com o som barato, careta, reacionário demais. Sou a favor até da pirataria, o artista idependente não se prejudica com esse mercado paralelo, muito pelo contrário, uma vez acharam o 'Pastiche Nagô' num camelô no centro de Itaquera (zona leste de sampa), achei o máximo, fiquei orgulhoso, queria ver a cena.

EO: Fale um pouco do seu projeto com o Douglas Germano? O 'Duo Moviola'.

KD: Douglas Germano é o compositor com qual eu faço mais parcerias, começamos a produzir tantas coisas que não cabiam no AfroMacarrônico que tivemos que montar outro projeto. Douglas é um dos compositores mais originas de sua geração e me identifico muisto com a obra dele, trocamos muitas influênscias e o 'Duo Moviola' é o reflexo disso. Nesse projeto flertamos explicitamente com o nosso imaginário cinematográfico, que vai desde Godard até o Stallone anos 80. Nossa parceria é como se fosse um terceiro personagem ou compositor, são os dois batidos no liquidificador.
Abração pessoal, até logo-logo.
Kiko

2007 AfroMacarrônico (EP)

1. Mosquitinho de velório
2. Santa bamba
3. Tambú e candogueiro
4. Roda de Sampa

Abaixar

2008 Pastiche Nagô (& Bando AfroMacarrônico)

1. Engasga gato
2. Padê onã
3. Samba manco
4. Rainha das Cabeças
5. Ressureição
6. João Carranca
7. Mosquitinho de velório (Bônus EP)
8. Santa bamba (Bônus EP)
9. Tambú e candogueiro (Bônus EP)
10. Roda de Sampa (Bônus EP)

Abaixar

Duo Moviola
2009 O Retrato do Artista Quando Pede


1. Deja Vu
2. Por favor
3. Cine star
4. Cio
5. Ré
6. Agenda
7. Macambúzio
8. Mal de percussion
9. Floradas de amor
10. A Loira do banheiro
11. Caderninho de vergonhas

Abaixar

8 comentários:

henrique disse...

Que sonzeira meu brother...este blog é um referencial musical pra mim.

Abraços Henrique

Aquino disse...

O Kiko e essa rapaziada fazem um som de primeira! É pena que a MPB seja sempre esse joguinho de cartas marcadas,onde só quem consegue apoio são os medalhões ou os seus afilhados.Mas sempre vão existir essas pessoas que correm contra a correnteza fazendo som de qualidade! Espero vê-los tocando no nordeste em breve!
Parabéns a equipe do Blog.Estou sempre por aqui conferindo as novidades.
Aquino
Aracaju-SE

Sergio disse...

Como sempre -ou quase sempre-, venho, vejo, aviso que vim, vi, pra depois falar sobre o que ouvi. Felizmente, nesse caso, tenho tempo.

Dica boa, pacero! Nunca ouvi falar. Mas, esses artistas que dão vazão e visão à inteligência lógica de mercado-futuro, em detrimento da estúpida impaciência mercado(ideo)lógica do passado só me enchem de orgulho do nosso trabalho, Bruno. Então ouvirei sedento de gostar, elogiar e quem sabe até (re)postar lá...?

Sergio disse...

Em tempo, Bruno. Tirei uma hora agora só pra descobrir a tal 'babaquice' q a Biscoito Fino fez com o Som Barato. Li bastante coisa sobre o fim do blog, inclusive depoimento do tituar da casa, mas nada sobre a suposta 'abiscoitada grosseira' da editora enriba do blog.

Se souberes, por favor, tbm gostaria de saber.

Sergio disse...

Só dá eu no Euovo! Bom pracarái, os 3 Cds! E essa faixa a Ré, então?... Gênio, bro, gênio! Sabe o q vi aqui? Ou é Chico c'Aldir ou Blanc com Buarque. Tá bom procê?

Wagner Marques disse...

Deve ser legal, viu!

Eu Ovo disse...

É isso mesmo Sérgio.
E vc precisa ver o show dos caras - Pra quem for de sampa, eles tocam toda semana no Ó do Borogodó!
É só conferir lá.
Eu vi o show deles nessa quinta e achei muito bom.
Curti muito.
Quanto ao SOM BARATO? Foi uma babaquice que fizeram com eles - mas acabou que foi bom - Porque o meu xará, Bruno Rodrigues, comprou um domínio sombarato.org e montou um noto portal - pra colocar os links de volta - mas ele agora adotou os torrents~.
O Som Barato já está funcionando de novo - somente com torrents - mas os links estão crescendo e só tem coisa boa de volta por lá.
abração a todos e continuem a ouvir essa galera nova.

Sérgio Domingues disse...

Olá. Parabéns pelo trabalho. Escrevi um texto sobre pirataria e economia em meu blog: http://midiavigiada.blogspot.com

Abraço