SALVE EUOVO!!!

Sempre houve a intenção de transformar o blogui em site, rádio on-line e tudo mais. Mas para esta tarefa é necessário suporte financeiro.

Para isso o blogui abre esta campanha de financiamento colaborativo que vai garantir a manutenção e quiçá sua transformação em site etc.

Sua contribuição vai ajudar a manter postagens semanais sobre os mais variados artistas com álbuns em download gratuito, dicas sobre discos a baixar, podcasts, novos lançamentos em streaming, retrospectivas e listas de melhores discos de cada ano – incluíndo listas de melhores álbuns dos anos passados como por exemplo 1964, 1999, 1986, 1971 entre outros anos.

Por isso o blogui encerra este período de hiato na esperança de alcançar o aporte financeiro necessário para dar continuação aos trabalhos por mais um ano.

Então para manter o blogui ativo... Siga o site vakinha e contribua neste processo.

Quando atingirmos a meta... Vamos dobrar a meta... E ai quem sabe? Venha um site... Uma radio on-line... Canal no youtube... E tudo mais... Valeu!!!

domingo, 18 de abril de 2010

UMA PEQUENA AMPOLA DE AMPLEXOS

A banda ‘Amplexos’ já no disco de estréia, em 2008, mostrou uma instrumentação coesa e com boas letras e canções.

Confesso que mesmo assim, o disco não entrou na minha lista de melhores daquele ano, mas a estréia foi um grata surpresa e me deixou ansioso por um novo trabalho. O segundo disco é sempre melhor – a regra é clara!

E o segundo é ainda melhor quando vem com uma amostra grátis. Se no álbum de estréia, a banda apresentava seu trabalho de forma bastante popular na forma de um bom rock independente. Nesse novo trabalho eles mostram a vontade de também serem dançantes.

A banda é formada por Guga na voz e guitarra, Leandro Vilela na guitarra, Flavio Polito no baixo, Martché nos teclados e órgãos, Leandro Tolentino na percussão e agora com Vinícius Leonardo na bateria, no lugar de Helio Ventura

Agora eles re-lançam a música ‘A atriz’ como single, com um novo arranjo, que antecipa a pegada do próximo disco. Na primeira versão, do álbum de estréia, a música era um rockezinho energético e eficiente – e digo rockezinho sem querer depreciar a canção. A segunda versão tem mais suingue e termina numa orgia psicodélico-depressiva.

Foi mal que eu tô falando difícil... Mas é que esses ‘Amplexos’ são demais! Bem mais que os côncavos ou os convexos, que também aos aspectos cognitivos dos complexos dos disléxicos...

Então fala ai Guga...

Pode me indicar as principais diferenças do som do ‘Amplexos’ de 2008 pra esse de 2010?

Em 2008 a gente fez poucos shows, a produção do disco foi feita muito lentamente, pois dependíamos de inúmeras coisas pra que a coisa saísse. Mas quem foi aos shows no ano passado sabe que a diferença não é lá tão gritante assim, foi uma coisa gradativa. O nosso disco, lançado em 2008, é bastante diferente dos shows que a gente já vinha fazendo há tempos. O disco surgiu de uma necessidade de registrarmos uma história - então lá tem músicas de 2006, 2007, 2008... coisas que não tocávamos mais nos shows, etc. É um apanhado geral, uma coletânea e, mais do que qualquer coisa, é um presente para o pessoal que nos acompanhava desde cedo. Hoje, a nossa preocupação maior é ter uma identidade bem formada, é que o disco novo venha com uma unidade, um conceito, pois sabemos que a nossa estréia foi exatamente o oposto disso, apesar de ser um trabalho que a gente gosta. Posso dizer que deixamos de lado algumas influências que trazíamos "de graça" pra nossa música e trouxemos outras que realmente nos batem, nos emocionam. Acho que a principal diferença a ser notada é que as músicas estão todas muito dançantes, mas sem que sejam festivas.

O que podemos esperar do disco novo? Podemos esperar ele pra quando?

No momento, estamos na fase de escolha do repertório ainda, estamos definindo o que vai entrar e arranjando as músicas com muito carinho. Posteriormente, vamos tentar nos aproximar de pessoas que a gente gosta e que nós achamos que vão contribuir de alguma forma, na produção, na gravação e até mesmo participando das gravações de instrumentos e vozes adicionais. Temos tudo bem prontinho - a idéia geral, o conceito, a sonoridade, a timbragem. Então, em relação ao grosso já está tudo definido. Agora é acertar tudo e começar a gravar. A idéia é gravá-lo todo ao vivo em estúdio, como foi feito em "A Atriz". Esse ano a gente grava ele, sem dúvidas... a questão é se ele vai ser lançado esse ano ou não. Acredito que na internet ele já estará em 2010, a versão física é que deve demorar um pouco mais.

Vocês ficaram surpresos com a eleição do ‘Amplexos’ para melhor do ano em 2008 no prêmio Uirapuru da revista ‘O Dilúvio’?

Ficamos um pouco. Por mais que tenhamos muita gente que gosta da banda e participa de votações, premiações e compra nossas coisas, vai aos shows, achávamos um pouco difícil faturar o prêmio por conta da concorrência mesmo, que era forte. Mas ficamos muitíssimo felizes com tudo, já que é uma revista que gostamos demais, somos ativos na comunidade, etc. Pra nós foi uma honra, mas uma surpresa, sem dúvida.

2010 A Atriz (EP)

1. A atriz

Abaixar

2008 Amplexos

1. Eterno retorno
2. Deixa dizer
3. Falsa valsa
4. Vê se tá bom de açucar
5. Eu e o silêncio
6. Choveu
7. Mais blues
8. A atriz
9. Diminuto (instrumental)
10. O pássaro

Abaixar

2 comentários:

Sergio disse...

Bem, aproveitando a visita, vou baixar a novidade.

Brodi, Bruno, tem uma descoberta pop/folk/rock/blues, lá em casa, naquele nível que me faz requisitar a prova dos amigos pra opinar depois. O nome do novato é Etienne De Rocher, podendo e tendo tempo para colaborar, a casa sônico vos espera com alguma expectativa.

Amplexos!

alu doispontozero disse...
Este comentário foi removido pelo autor.