SALVE EUOVO!!!

Sempre houve a intenção de transformar o blogui em site, rádio on-line e tudo mais. Mas para esta tarefa é necessário suporte financeiro.

Para isso o blogui abre esta campanha de financiamento colaborativo que vai garantir a manutenção e quiçá sua transformação em site etc.

Sua contribuição vai ajudar a manter postagens semanais sobre os mais variados artistas com álbuns em download gratuito, dicas sobre discos a baixar, podcasts, novos lançamentos em streaming, retrospectivas e listas de melhores discos de cada ano – incluíndo listas de melhores álbuns dos anos passados como por exemplo 1964, 1999, 1986, 1971 entre outros anos.

Por isso o blogui encerra este período de hiato na esperança de alcançar o aporte financeiro necessário para dar continuação aos trabalhos por mais um ano.

Então para manter o blogui ativo... Siga o site vakinha e contribua neste processo.

Quando atingirmos a meta... Vamos dobrar a meta... E ai quem sabe? Venha um site... Uma radio on-line... Canal no youtube... E tudo mais... Valeu!!!

segunda-feira, 15 de janeiro de 2007

DE VOLTA AO PLANETA DOS MUTANTES

Após 30 anos de hiato, os Mutantes voltaram. Os remanescentes Sergio Dias, Arnaldo Baptista e Dinho se reuniram novamente, contando com auxílio luxuoso de Zélia Duncan nos vocais. A banda também conta com a participação de músicos como Simone Soul na percussão, Henrique Peters nos teclados, Vinícius Junqueira no baixo, Vitor Trida também nos teclados, flauta e violoncelo, Fabio Recco e Esmérya Bulgari nos backing vocals. Duas ausências foram da co-fundadora do grupo em 1966, Rita Lee, e do baixista Liminha.

A recusa de Rita Lee é lógica, sua carreira solo tornou-se muito mais bem sucedida do que quando cantava com o grupo, e além do mais, Rita Lee foi praticamente expulsa da banda na fase progressiva, quando o virtuosismo dos músicos chamava mais atenção do que a presença feminina. Quanto a recusa de Liminha, parece que ele havia concordado em ensaiar com a banda novamente, mas sua intenção era recriar o virtuosismo junto com os parceiros, e foi contra a inclusão de outros músicos no grupo. Por esta razão, Liminha deixou o passado realmente para trás.

Após estrearem em Londres no Barbicam durante o evento em homenagem ao Tropicalismo, Os Mutantes fizeram shows nos Estados Unidos, em Chicago, Los Angeles, San Francisco, Seattle, Denver e Nova Iorque. No dia 25 de janeiro eles tocam no aniversário de São Paulo no Ibirapuera. Resta saber se, durante a turnê brasileira, eles vão manter as letras em inglês ou vão cantar em português. Mas este não será o único show da banda no Brasil. Para você que sonha com esta reunião desde que conheceu o som dos Mutantes, fique atento nas datas e locais dos shows.

25/01/07
Show Aniversário SP
Museu do Ipiranga
03/02/07
Show Vivo Rio
04/02/07
Show Vivo Rio
09/03/07
Show Brasília
Academia de Tênis
10/03/07
Show Goiânia
A definir
17/03/07
Show Porto Alegre
A definir
15/04/07
Show Abril Pro Rock Recife
Centro de Convenções
03/06/07
Show Porão do Rock BSB
A definir


O show do Barbicam em Londres virou CD e DVD, e os Mutantes prometem um disco de inéditas em breve. Os fãs agradecem eufóricos.

Mutantes
2006 Ao Vivo Barbicam Theatre Londres


Disco 1
01. Dom Quixote
02. Caminhante noturno
03. Ave Gengis Khan
04. Tecnicolor
05. Virgínia
06. Cantor de mambo
07. El justiciero
08. Baby
09. I’m sorry babe (Desculpe babe)
10. Top top
11. Dia 36

Disco 2
01. Fuga nºII
02. Lê premier bonheur du jour
03. Dois mil e um
04. Ave Lúcifer
05. Balada do louco
06. I feel a little spaced out (Ando meio desligado)
07. A hora e a vez do cabelo nascer (Cabeludo patriotico)
08. A minha menina
09. Bat macumba
10. Panis et circensis

2 comentários:

Helder Santana disse...

Ô meu caro, obrigado pela solidariedade sensorial!
Olha só: ficou sabendo do lançamento do álbum "Jardim Elétrico: a Tribute to Os Mutantes"? É francês, foi lançado ano passado e conta com vários remakes de clássicos dos Mutantes. Lá se encontra desde Sean Lennon & Yaka Honda refazendo "Trem Fantasma" como uma versão maluqueada de "Bat Macumba" por Tater Totz. Esta, aliás, deve ser uma das versões que o cara gravou em 1988 no seu disco "Alien Sleestacks From Brazil", com duas versões de "Bat Macumba" - dizem paranóicas. Bahhh, como estou curioso por estes dois discos. Se tiveres acesso..... Obrigado e boa caminhada!

Anônimo disse...

Querido! Esse link não está mais funcionando :(