SALVE EUOVO!!!

Sempre houve a intenção de transformar o blogui em site, rádio on-line e tudo mais. Mas para esta tarefa é necessário suporte financeiro.

Para isso o blogui abre esta campanha de financiamento colaborativo que vai garantir a manutenção e quiçá sua transformação em site etc.

Sua contribuição vai ajudar a manter postagens semanais sobre os mais variados artistas com álbuns em download gratuito, dicas sobre discos a baixar, podcasts, novos lançamentos em streaming, retrospectivas e listas de melhores discos de cada ano – incluíndo listas de melhores álbuns dos anos passados como por exemplo 1964, 1999, 1986, 1971 entre outros anos.

Por isso o blogui encerra este período de hiato na esperança de alcançar o aporte financeiro necessário para dar continuação aos trabalhos por mais um ano.

Então para manter o blogui ativo... Siga o site vakinha e contribua neste processo.

Quando atingirmos a meta... Vamos dobrar a meta... E ai quem sabe? Venha um site... Uma radio on-line... Canal no youtube... E tudo mais... Valeu!!!

domingo, 24 de fevereiro de 2013

DOS LOOPS ÀS PROGRAMAÇÕES AOS SAMPLERS FODÁSTICOS DA CONSCIÊNCIA COLETIVA


É de Deus, sim, esse som... Um acidente sonográfico causado por Cláudio N, do Chambarril, que apresenta uma colagem de sons e barulhinhos bons aos ouvidos.  

A banda pernambucana Chambaril é quase um duo formado por Claudio N e Pi-R, com vários outros integrantes orbitando em volta da dupla, como satélites cósmicos. Com um novo álbum em processo de produção, Claudio N aproveitou para finalizar seu primeiro disco solo, com participação de Pi-R e Igor Medeiros, que também faz parte da banda.

A fórmula da Chambaril é a mesma do primeiro disco solo de Claudio N, com loops e diversos samplers, desde piadas do Costinha a tantas outras inserções. Neste álbum, 'Claudio N', a predominância dos sintetizadores e das programações eletrônicas transforma a obra no filho bastardo do Frank Zappa com o Pink Floyd.  

Com uma atmosfera pop e eletrônica, Claudio N apresenta uma colcha de climas e texturas, que causam estranheza por causa do caos sonoro. Entretanto, as melodias soam harmoniosas e perfeitas aos ouvidos. O disco certo para qualquer hora, progressivo na medida, como um lounge etéreo de proporções estereofônicas e por vezes pop dançante. Tudo misturado na medida certa.

2012 Claudio N

1. Ao mestre com carinho
2. Olhos de guaxinim
3. Aparício
4. Código florestal ou Guarani-Kaiowá
5. É Deus mamãe
6. Tiltando
7. Tânia
8. Enchentes
9. Odete
10. Onírica
11. Galerosa
12. Cluster 171

Um comentário:

luxorissa disse...

obrigado por alegrar-me desde o dia em que cliquei no link do blog apenas por curiosidade.