SALVE EUOVO!!!

Sempre houve a intenção de transformar o blogui em site, rádio on-line e tudo mais. Mas para esta tarefa é necessário suporte financeiro.

Para isso o blogui abre esta campanha de financiamento colaborativo que vai garantir a manutenção e quiçá sua transformação em site etc.

Sua contribuição vai ajudar a manter postagens semanais sobre os mais variados artistas com álbuns em download gratuito, dicas sobre discos a baixar, podcasts, novos lançamentos em streaming, retrospectivas e listas de melhores discos de cada ano – incluíndo listas de melhores álbuns dos anos passados como por exemplo 1964, 1999, 1986, 1971 entre outros anos.

Por isso o blogui encerra este período de hiato na esperança de alcançar o aporte financeiro necessário para dar continuação aos trabalhos por mais um ano.

Então para manter o blogui ativo... Siga o site vakinha e contribua neste processo.

Quando atingirmos a meta... Vamos dobrar a meta... E ai quem sabe? Venha um site... Uma radio on-line... Canal no youtube... E tudo mais... Valeu!!!

domingo, 4 de outubro de 2009

UM TELEFONE É MUITO POUCO PRA QUEM AMA COMO LOUCO


Querido Renato Matos,
Sei da dificuldade que o artista independente tem para gravar um disco e lançar esse material autoral nesse mercado que elege quem é ou não é rentável. São tantas correrias pra gravar cada faixa, e demora-se tanto pela falta de recurso, que cada trabalho torna-se um apanhado de várias épocas e várias influências que permearam cada período de nossa vida. São essas idas e vindas que fazem o artista, músico, poeta, pintor e compositor – talvez tenha esquecido o ator – manter-se na ativa. Como no caso do finado Paulo Tovar, que o agá-dois-olhos o tenha.

Me lembro do ‘Ziriguidum do Além’ daquelas épocas de feiras lá no Goiás, na tua casa em festa, showzinho a noite com a dupla Alfredog & KaphaGerson – e ousa, e ousa, e ousa... Mas o ‘Ziriguidum’ foi o grand-finale da noite, pelo menos em termos... Porque aquela noite terminou mesmo – ou começou a manhã – com o Tovar explicando a futura casa que ia construir em cima da antiga. “Vai ser toda redonda de dois andares”, dizia ele, que também explicava que o projeto ia ter um terraço pra ele e o Cobrinha ficarem vendo as estrelas com um telescópio – olha o agá-dois-olhos aí de novo.

Enfim, como o Tovar foi... Tu és um guerreiro moderno. Desses que brandem um microfone e têm a ousadia de lutar numa briga de gigantes. Ser independente é foda! Na sua época ainda dava pra tirar uma grana com o Léo Jaime cantando “um telefone é muito pouco pra quem ama como louco e mora no plano piloto”, mas hoje em dia os tempos mudaram. Não está dando tanto grana assim ser um artista de gravadora, ou ser um compositor e depender dos direitos autorais.

Mas taí um cenário no qual você já se acostumou, né? Digo isso porque no cenário atual – nessa briga de gigantes – você tem vantagem porque sempre se valeu dos shows e vê o disco como forma de divulgar o trabalho. Porque o próprio Luis Turiba o definiu como "a voz mais importante, mais constante, mais polêmica, mais gritante e mais viva de Brasília"... Por isso um telefone é muito pouco para a sua música, Mestre Renato... São preciso milhares de linhas telefônicas em banda larga, pra quem ama como louco e mora no plano piloto... Também espero que cada vez mais você lance preciosidades desse Baú do Renato...

Dentre os discos que apresento aqui – pra mim – destacam-se o ‘Reggadô’, com a ‘Banda Acarajazz’ e o ‘Mp.Tudo’, que reuniu várias pérolas da sua carreira. Quem é que tem o disco do ‘Ziriguidum’? Aqui tem também o disco ‘Trombetas’ e ‘Plano Piloto’, que incluía – pela primeira vez – uma versão ao vivo de ‘Um telefone é muito pouco’, gravada com Cássia Eller. Mas agora, essas faixas também são encontradas no disco em mp3, no ‘Mp.Tudo’. Valeu, Renato.

1993 Reggadô (& Banda Acarajazz)

1. Reggae do trator
2. Semente
3. Vitalidade
4. Sussunga
5. Reggae do jacaré
6. Todo cuidado é pouco
7. Rosa, Elvira, Veronica
8. Louvai
9. Se todo sentimento
10. Um telefone é muito pouco
11. Tamos aqui
12. Plug
13. Tudo indica
14. Oriki

Abaixar

1997 Trombetas

1. Indignado
2. Tudo indica
3. Jacaré
4. Sussunga
5. Louvai
6. Minha delícia
7. Curazá
8. Se todo sentimento
9. Povo rico
10. After reggae
11. Acre doce
12. Baião blues
13. Solidão celular
14. Partido Clementina
15. Gulp

Abaixar

2005 Plano Piloto

1. Não se clona
2. Triz tonho
3. Selva uma
4. Menina do parque
5. Bendito beijo na boca
6. Tambor do amor
7. Aguinaô
8. De Marias, de Amélias, de Madalenas
9. Um bar
10. Blog (Bar) libar
11. Um telefone é muito pouco (& Cássia Eller)

Abaixar

2007 Mp.Tudo

1. Triz-tonho
2. Nada
3. Aguinaô
4. Caminhando por Brasília
5. Jay Ganesha (Versão dub)
6. Acredoce
7. No kizumba bateu
8. Selva uma
9. Rodofernália (Rimando Nicolas Behr)
10. Indignado
11. Coisa pagã
12. Pra quê
13. Se todo sentimento
14. Mamagaya (& Banda Laya)
15. Curazá curuzu
16. Menina do parque
17. Não vadeia (& Clementina de Jesus)
18. Um bar
19. Rosa, Elvira, Verona
20. Bendito beijo na boca
21. O tambor do amor
22. Paixão inútil
23. Pela vida inteira (& Natiruts)
24. Baião blues
25. Não se clona
26. Paris não está em chamas
27. Minha feliz internet
28. Plug
29. Minha delícia
30. Um telefone é muito pouco (Primeira versão)
31. Oriki
32. Sussunga
33. Malê de Balê
34. Tudo indica
35. Louvai
36. Semente
37. Menina do parque (Ao vivo)
38. A cidade quer
39. Minha Cuba libre
40. Vitalidade
41. Reggae do jacaré
42. Um telefone é muito pouco (Segunda versão)
43. Todo cuidado é pouco
44. Chorinho do Beirute
45. Marinheiro só
46. Acorda Maria Bonita,Lampeão
47. De Marias, de Amélias, de Madalenas
48. Solidão celular
49. Povo rico
50. Fala Calabar (& Caetano Matos)
51. Reggae do jacaré (Ao vivo)
52. Reggae do trator (Ao vivo)
53. After reggae
54. Guará I e II via eixo (Primeira versão)
55. Instrumental Laya (& Banda Laya)
56. Solidão celular
57. Um telefone é muito pouco (& Cássia Eller)
58. Pudim
59. Ferro

Abaixar

8 comentários:

Pseudo-romântico disse...

Putz, adorei esse post!
NUNCA que teria conhecido Renato Matos se não por meio deste blog!
Continue o ÓTIMO trabalho!

pituco disse...

cliquei e já curti de cara...muito bom...piramidal

obrigado pela dica...oportunamente,vou baixar os cds, ok?

abraçsons pacíficos

Sergio disse...

Bruno, quanto ao Renato Barros, ainda não li, não conheço, mas longe de moi ter raiva de quem conhece e indica. Aliás, indique-me please, o q vc considera o melhor cartão de visita.

É q vim aqui pela Hiromi - tua musa única. Muito bom o disco! Mas com uma prticularidade: em Pachelbel's Canon ela faz do piano uma harpa, né? foi o que eu intuí, pq o som não é de percução automática dos martelinhos nas cordas...

Valeu a consideração do envio!

Abraços! Não esquece da indicação do melhor do Renatão.

João Bosco disse...

Caro mediador e dono do blog!!! Tenho 50 anos e estou cansado de músicas velhas (de tanta babaquice, como diz o Cazuza). O Renato Barros é o cara???
Nada de banquinho e violão e, muito menos, de "bossanovismo" tipo Roberto Menescal....É ou não é o cara???
Quero uma balada nova (sem a cara do Belchior, que há muito está destruindo o que fez de bom)...
Este é o cara???
Desculpe a brincadeira...Baixarei e escutarei com muito praer os CDs que foram tão bem resenhados pelo blog. Parabéns pela divulgação.
Jpedrosa.

Mara Karoline disse...

Olá! Poderiam atualizar os links?!
Muito obrigada! :D

Gustavo disse...

Vi hoje no festival de brasília um documentário sobre renato matos (zirig dum brasília, de andré luiz oliveira), que não conhecia e chegando em casa a primeira coisa que fiz foi baixar a discografia toda aqui.

Gustavo disse...

Podem reupar algum link do Mp Tudo? Todos os links tão com defeito.
Obrigado.

Elvis disse...

Olá,

ouvi Renato Matos e adorei, porém não consigo baixar as músicas.......como faço?

elvisdms@gmail.com

att

Elvis Seimetz