domingo, 29 de novembro de 2009

MAIS DA PSICODELIA NORDESTINA

Aproveitando o ensejo. A psicodelia nordestina na voz única e exclusiva de Lula Côrtes não foi suficiente para suprir o desejo das cordas, guitarras, flautas etc da música nordestina.

Esses músicos nordestinos vieram pós-tropicalia. Chegaram a fazer a ponte com o movimento tropicalista, quando Alceu Valença e Geraldo Azevedo convidaram Rogério Duprat pra orquestrar algumas faixas do disco intitulado ‘Quadrofônico’, de 1972. No ano seguinte vinha o Lula Côrtes e junto com Lailson gravando o ‘Satwa’, para depois produzirem o disco de Marconi Notaro, ‘No Sub-Reino dos Metazoários’, que tinha até o Zé Ramalho tocando guitarra em ‘Made in PB’.

Os caras vinham produzindo um monte de discos, dentro da extinta gravadora Rozenblit, em Recife. Produziram também o disco de estréia da banda ‘Flaviola e o Bando do Sol’, que tinha a versão original de ‘Romance de lua’ (depois regravada por Amelinha). Enquanto isso, em outro estúdio, a banda Ave Sangria lançava seu primeiro LP, auto-intitulado, que tinha um desenho do próprio Lailson na capa. O famoso show que a banda fez no Teatro Santa Izabel foi gravado e disponibilizado aqui na internet. Pois essa banda tinha nada mesmo que Paulo Rafael e Ivinho nas guitarras. Foda, hein!

Mas está enganado se pensas que foram apenas esses expoentes na psicodelia nordestina. Robertinho do Recife também lançou o primeiro disco nessa época, ‘Jardim da Infância’. Ivinho, famoso guitarrista, violonista e violeiro lançou disco ao vivo no festival de jazz em Montreux. Zé da Flauta e Paulo Rafael também lançaram seu exemplar, ‘Caruá’. Zé é flautista e exímio tocador de pífano, enquanto Rafael é guitarrista e tocou por muitos anos na banda de Alceu Valença. Nesse disco tem a primeira gravação do então novato Lenine, na faixa 'Zé Piaba'.

Mas a cereja do bolo vem agora. Zé Ramalho lançou em 2007 um disco de gravações antigas entre os anos de 73 e 76, já que o primeiro disco desse cantador foi lançado em 77 – aquele que tinha ‘Avohái’, ‘Dança das borboletas’, ‘Meninas da Albarã’ e ‘Adeus segunda-feira cinzenta’. Pois você pode curtir versões demo de todas essas músicas já citadas (acima), como de ‘Jardim das Acácias’ e ‘Admirável vida de gado’ (gravadas apenas em 79 no segundo disco de Ramalho – aquele com o Zé do Caixão na capa) e também de ‘Táxi lunar’ e ‘Jacarepaguá blues’ (originalmente gravadas por Geraldo Azevedo e Alceu Valença, respectivamente), que na voz do Zé da Paraíba, levavam forte influência do 'The Cream' e dos blues rasgados do 'Led Zeppelin'. Esse disco é uma pérola porque tem apresentações antológicas do Zé Ramalho, que remetiam a um Ziggy Stardust do sertão, ouçam ‘O astronauta’ (e vejam se não lembra ‘Space Oddity’ do David Bowie).

Além de ter tocado no disco de Marconi Notaro, Ramalho também gravou o compacto ‘Réquiem para o Circo/ Made in PB’, junto com o Grupo Ave Viola. Então seguem mais alguns clássicos da psicodelia nordestina.

1972 Quadrofônico – Alceu Valença & Geraldo Azevedo

1. Me dá um beijo
2. Virgem Virginia
3. Mister mistério
4. Novena
5. Cordão do Rio Preto
6. Planetário
7. Seis horas
8. Erosão
9. 78 rotações
10. Talismã
11. Ciranda de Mãe Nina
12. Horrível

Abaixar

1973 No Sub-Reino dos Metazoários – Marconi Notaro

1. Desmantelado
2. Ah vida ávida
3. Fidelidade
4. Maracatú
5. Made in PB
6. Antropológica
7. Antropológica II
8. Sinfonia em Ré
9. Não tenho imaginação pra mudar de mulher
10. Ode a Satwa

Abaixar

1974 Flaviola e o Bando do Sol

1. Canto fúnebre
2. O Tempo
3. Noite
4. Desespero
5. Canção do outono
6. Do amigo
7. Brilhante estrela
8. Como os bois
9. Palavras
10. Balalaica
11. Olhos
12. Romance da lua
13. Asas

Abaixar

1974 Ave Sangria

1. Dois navegantes
2. Lá fora
3. Três margaridas
4. O pirata
5. Momento na praça
6. Cidade grande
7. Seu Waldir
8. Hei! man
9. Por que?
10. Corpo em chamas
11. Geórgia, a carniceira
12. Sob o sol de satã

Abaixar

1974 Perfumes & Baratchos (Ao Vivo) – Ave Sangria

1. Grande lua
2. Janeiro em Caruaru
3. Vento vem (Boi Ruache)
4. Dia-a-dia
5. Geórgia, a carniceira
6. Sob o sol de satã
7. Instrumental
8. Por que?
9. Hey man
10. O pirata
11. Lá fora

Abaixar

1977 Jardim da Infância – Robertinho do Recife

1. Frevo dos palhaços
2. Jardim da infância
3. Sinais
4. Idade perigosa
5. Ao romper d'alva
6. Chamada
7. Acalanto para um punhal
8. Agrestina
9. Cor de rosa dor do amor

Abaixar

1979 Ao Vivo em Montreux – Ivinho

1. Teimosia
2. Clarão vermelho
3. Meditação
4. Frevo único
5. Partida dos lobos

Abaixar

1980 Caruá – Zé da Flauta & Paulo Rafael

1. Sai uma mista!
2. Rebimbela da parafuseta
3. Baião da barca
4. Ponto de partida
5. Tema da batalha
6. Fora de órbia
7. Entardecer
8. Zé Piaba
9. Gôta serena

Abaixar

2007 Zé Ramalho da Paraíba

Disco 1
1. Táxi lunar
2. Jacarépaguá blues
3. O autor da natureza
4. Brejo do cruz
5. Puxa puxa
6. Luciela
7. Paraíba hospitaleira
8. Terremotos
9. Falido transatlântico
10. A árvore
11. Peleja de Apolo e Pam
12. O astronauta
13. Meninas de Albarã
14. Aboio eletrônico

Abaixar o disco 1

Disco 2
1. O sobrevivente
2. Jardim das Acácias
3. Discurso 1
4. Avohái
5. Discurso 2
6. Adeus segunda-feira cinzenta
7. A dança das borboletas
8. O monte Olímpia
9. Admirável gado novo (ao vivo)

Abaixar o disco 2

1976 Compacto Réquiem para o Circo/ Made in PB – Zé Ramalho da Paraíba e Grupo Ave Viola

1. Declamação
2. Anjo branco

Abaixar


9 comentários:

woody disse...

E aí dos ovos!

Tá fazendo omelete de piscodelia nordestina? Hehehe!

Esse som do Marconi Notaro é muito louco, tb sou fã do Ave Sangria, agora, um som que macou época para mim foi esse Jardim da Infância do Robertinho do Recife. Tive esse LP, acho q ainda tenho, que comprei na época numa loja em Teresópolis onde passava as férias. Muito legal mesmo o cara toca muito, pena que nunca deslanchou e andou meio perdido entre fazer música e ganhar dinheiro. Acabou não ganhando grana e deveria ter ficano na música, creio que hoje estaria ganhando dinheiro e não no anonimato.

Abraço,
WOODY

Eu Ovo disse...

Valeu Woody,
vi lá na tua casa o pub-rock - ainda vou dar uma conferida com mais calma.
eu me peguei ouvindo esse som recentemente e quis colocar aqui.
tbm recomendo o Caruá do Zé da Flauta e Paulo Rafael.
Sem falar nas preciosidades do Zé Ramalho da Paraíba.

Grande abração e bom ter vc de volta a blogosfera - mesmo que operando numa conexão mais baixa...
Bruno

JackRamon disse...

Hello,

Just a quick word to let you know that you are featured in our blogroll on Radio.Video.Jazz

Please check our site. If you like our work, do link back to us.

If you feel like contributing, let us know.

A lot of thanks.

The Radio.Video.Jazz Team

PS : you can also check our other website Radio.Video.Trad

Virginia A. disse...

Muito bom o blog. Puta que pariu!
ótimo post!

Luca Leicam disse...

O disco SATWA do Lula Côrtes e do Zé Ramalho é algo que que é bem mais do que um Pink Floyd Nordestino, enterrado ai em nosso território. presente descoberta...

saulo santiago disse...

Brother pf!! reaviva esses link!

Filippe disse...

Reativa os links pfvr, quero muito ouvir essas preciosidades nordestinas.

Letota disse...

Todos o Links morreram!

Ressuscita eles

Pércio Faria Rios disse...

ressuscita, ressuscita, ressuscita!